top of page
WhatsApp Image 2023-10-04 at 14.11_edited.jpg

Origem

Cada criança que nasce é a natureza que se renova , uma, outra, e outra vez...

Em Agosto de 2019, um grupo de pessoas movidas pela vontade comum de levar crianças a brincar em espaços exteriores começou à procura de sinergias que permitissem alcançar essa missão. Integraram esse grupo, pais, cuidadores, terapeutas e profissionais de ação social, saúde e educação.

 

Surgiu o embrião deste projecto com a designação "Brincar Fora da Caixa" que deu os primeiros passos com a presença na Feira da Dieta Mediterrânica de Tavira e Feira da Juventude.

 

 

 

 

Em Outubro, em colaboração com um dos Agrupamentos de Escolas, envolveram-se alunos de algumas turmas  para a sensibilização de temas relacionados com a Saúde Emocional e Relacional, no âmbito da comemoração do Dia Mundial da Saúde Mental.

Ainda nesse mesmo ano, e com o intuito, de espalhar mensagem pela comunidade em geral, criou-se rubrica "Despertares" na rádio Gilão, apontamento semanal das quintas-feiras de manhã, com temas e convidados ligados associados à infância, à família, ao bem estar e à saúde, com especial destaque para a promoção da saúde mental.

Em Fevereiro de 2020, é possível concretizar o "sonho" de realizar uma palestra na Biblioteca Municipal Alvaro de Campos, com a presença de alguém que muito inspirou o desenvolver deste projecto, o Prof. Dr. Carlos Neto, com a sua missão de vida dos ultimos 40 anos de, libertar as crianças da falta de tempo livre para brincar e ser activo na infância.

 

Ao longo do Verão de 2020, e dada a necessidade de  oportunidades para brincar em liberdade, realizaram-se alguns Encontros de Brincar ao ar livre. Assim, em Agosto, e em resultado das próprias vivências de plena Pandemia, assumimos finalmente a necessidade de dar um corpo e uma identidade mais consistente a esta energia que nos move, e criar a Associação Rotinas Selvagens.

Captura de ecrã 2023-10-04, às 22.24.30.png
Captura de ecrã 2023-10-04, às 22.27.43.png
Despertares.png
Captura de ecrã 2023-09-09, às 15.10.10.png
"Play leads to brain plasticity, adaptability and creativity. Nothing fires up the brain like play"

Stuart Brown, M.D.

Saiba mais sobre o(a) Rotinas Selvagens 

Who would we like to be when we're big ;)

A Rotinas Selvagens pretende ser uma forma de comunidade educativa não convencional, que procura criar experiências piloto, pondo em prática abordagens educativas com evidência de resultados positivos no desenvolvimento e na aprendizagem das crianças, futuros adultos do amanhã.

Os nossos princípios orientadores guiam-se por literatura, investigação e figuras de referências importantes na área da infância.

Captura de ecrã 2023-10-04, às 22.28.56.png

Rotinas Selvagens intends to be a form of unconventional educational community that seeks  create pilot experiences, putting  in practice educational approaches with evidence of positive results in the development and learning of children, future adults of tomorrow.

Our guiding principles are guided by literature, research and important reference figures in the field of childhood.


From all of them we highlight:

J. Ayres' Sensory Integration Theory, Brazelton's Touchpoints Theory, Prof. João dos Santos, Theories of Play, Playgroups, Forest Schools, Montessori, Waldorf Pedagogy, Winnicott, Emotional Education and Child Lead Learning.


Above all, we believe in children's curiosity, in the "biological apparatus" with which children are gifted from an early age to connect with the other that is relevant to them, to communicate and detect patterns, and to learn... before the noble and powerful nature, and unexpected, we are grateful to the neuronal plasticity and the giant power of adaptability and resilience of the human being, to the potential of human attention, to the interdependence and added value that support networks and the creation of synergies between people and the environment are (because they are the people who make the institutions).

Is free play on the brink of extinction?

The Wild Routines have an educational offer and activities that aim to rescue, preserve and honor free play.

"We have come to realize that there is a need to remind and re-educate many adults about the importance of playing outdoors.


Our society is becoming increasingly educated, both at home and at school (even before entering the 1st cycle) and in extra-curricular activities.


This hyper-valuing of academic activities and learning is excluding the wealth of countless experiences of playing in nature, without structured schedules.  as opportunities  to lay the foundations for learning for life." - Angela Hanscom

Quem Somos: Sobre

Conheça-nos ainda melhor através do nosso vídeo de candidatura

bottom of page